Nosso Conhecimento, nossa Força ... Sustentabilidade

TERYSOS nasce da ideia de trabalhar para uma planificação sustentável, que aposte por um Território pensado a partir do lugar e suas condições, desde o "locus" e não desde a racionalidade pretendida da geometria e da implantação de modelos exógenos. A Arquitetura, a Paisagem, a Planificação Urbanística e territorial, a preservação do Patrimônio (cultural e natural) enfrentam um grande desafio no século XXI, dentro de um processo de escala mundial de expansão da urbanização e herdeira de um processo de urbanização acelerado e pouco respeitoso com o ambiente. O urbanismo, o transporte, meio-ambiente, os riscos, o patrimônio cultural e natural, os sistemas energéticos, a exploração dos recursos naturais, a indústria, e a arquitetura em geral... necessitam, mais que nunca, ser repensados e reformulados desde uma metodologia que aposte por um desenvolvimento sustentável. TERYSOS do Brasil nasceu para trabalhar nessa linha.
TERRITORIO

Trabalhamos em multiplas escalas do território e da geografía. Para nossa equipe, toda realidade tem uma expressão geográfica

Brasil e um pais em expansão onde o território exige soluções de planejamento, arquitetura, e ordenamento espacial (analise, gestão do território,...) que possam aproveitar as tecnologias da informação geográfica como aliados e a sustentabilidade, a ecologia, e a inovação como foco.

Nós acreditamos que entrar nesse nicho de trabalho desde a Arquitetura, o Urbanismo, e o Ordenamento do Território, aporta uma visão holística que outros setores isolados não podem dar. Para isso a colaboração multidisciplinar é fundamental.

TECNOLOGIA

Gerenciar o território requer observar, medir, analisar e até modelá-lo. O espaço é um valioso sustento de todas as nossas atividades nas quais o equilíbrio ecológico está em risco com base ao uso não sustentável do mesmo.

O Sensoriamento remoto as telecomunicações e, especialmente o Sistema de Informações Geográficas GIS, podem e devem contribuir significativamente para redirecionar processos de “insustentabilidade”.

SUSTENTABILIDADE
PAISAGEM

A Sustentabiidade está formada por tres grandes vetores, o ambiental, o social e o económico. Não comprometer os recursos futuros e conseguir um equiibrio na sua gestão é uma boa sintese do conceito de sustentabilidade.

 

RESPONSABILIDADE

Missão: Prestar serviços de arquitetura, engenharia, patrimônio através de projetos e serviços ecologicamente corretos, economicamente viáveis e satisfazendo as partes interessadas por meio de união de competências.

Visão: Sustentabilidade, Tecnologia da informação geográfica aplicadas à engenharia, expansão no Brasil, criação de uma marca de referencia na engenharia territorial e integração com empresas locais e regionais.

Valores: Integração, interdisciplinaridade, sensibilidade ecológica, aposta pela sustentabilidade dos projetos e das obras.

Nos aceitamos e desenvolvemos o conceito da paisagem da ABAP, IFLA, ou da AEP que propõem:

“... promover a proteção, gestão e planejamento sustentáveis de paisagens de todo o mundo, através da adoção de convenções da paisagem nacionais, que reconheçam a diversidade e os valores de todas as paisagens, e adotem princípios e processos relevantes para salvaguardar os recursos da paisagem em cada local” (IFLA, International Federation of Landscape Architects, 2006).

ECOLOGIA

Analizar as relações entre os elementos das paisagens e os processos que interatuam, integrando o tempo, e as dinâmicas, naturais e antrópicas, na gestão do território, é um dos nossos objetivos. A Ecologia da Paisagem e a Ecologia dos processos.

© 2016 TERYSOS DO BRASIL, Ltda, director: José Antonio Hoyuela Jayo